Encontro-me num grande deserto, perdido entre as dunas. Na areia vou desenhando.
Este é o meu lugar, existe um circulo a sua volta. O que devo fazer?

Nenhuma ideia surge da poeira que levanto com os pés. sou banhado pela luz de um sol sem vida.
Talvez não devesse fazer nada...

E nesse mesmo momento...

- Olá.

[Lá está ela. A minha sombra surge sempre quando não estou a fazer nada.]
- Posso fazer-te umas perguntas...?
- ...
- Está bem, eu faço...
[Agora estou a fazer-me perguntas, apesar de não querer fazer nada.]

- Posso passar as perguntas se quiser?
- Pode ser. Vou começar a perguntar... Como te chamas?
- Passo.
- Por que nem dizes o teu nome a alguém? Tens uma razão?

- Passo.
- Parece que não és pessoa para responder directamente... É por isso que estás aqui sentada a fazer perguntas a ti própria numa tentativa de manter a sanidade?
- Passo.
- Voltas-te a passar... Se continuares a fazer isso, não chegamos a lado nenhum. Não concordas?
- Passo.
- Achas que alguém te vai dar atenção se só ficares aí parado? Ou será que não te apercebes que ninguém se preocup
a contigo, nem com os teus problemas?
- Passo.

- Já são cinco perguntas sem resposta. Vá lá responde às minhas perguntas! Isso quer dizer que continuas só?
- Passo
- Nem sequer reconheces a minha existência. És cruel. És mesmo má pessoa.
- Nunca me tinhas criticado. Por que me segues para todo o lado!? É por causa de ti que todos a minha volta se magoam
e também me magoas a mim, se não existisses...
- O que queres dizer? Não podes tratar-me assim, sabes? Faço parte de ti! Não podes continuar a negar-te! Qual é o teu objectivo?!
- Passo.
- Chegou o nosso limite... Deixarei de seguir-te. Adeus.

[Porque não lhe respondi? Eu sabia as respostas todas...]
Agora nem a minha sombra me acompanha. estou completamente só.

3 Sonhos:

Nikkie | 3 de março de 2010 às 20:50

Não, não estás, aposto que tens muitas pessoas contigo, e talvez nem te apercebas da presença delas...

Nikkie | 4 de março de 2010 às 13:19

Essas alturas acabam sempre por passar ^^
Se gostaste faz também, assim até dás algumas informações sobre ti :D

Catarina A. Araújo | 6 de março de 2010 às 23:22

Obrigada (:

Adorei mesmo!
Por mais q saibamos as respostas as nossas perguntas, nem sempre somos capazes de as proferir.


Beijo*

Enviar um comentário